Pesquisar este blog

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Ser Pastor é...Reconhecer Erros!

"e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará"
(João 8:32).

É conhecida a história de um duque italiano que foi a bordo
de um navio de galera. Quando passava pela tripulação de
escravos, perguntou a vários deles qual havia sido o crime
que os levara a servir no navio como remadores. Todos
reclamavam dizendo que não tinham culpa alguma. O culpado
era outra pessoa ou o juiz que havia sido subornado para
condená-los. De repente o duque parou diante de um jovem,
forte, que também estava cumprindo sua pena. Ao lhe
perguntar o que havia feito, ele respondeu: "Meu senhor, eu
fui condenado justamente. Eu queria ter dinheiro e roubei
para satisfazer a minha vontade. Ninguém foi culpado disso a
não ser eu mesmo". O duque, ao ouvir o relato do jovem,
agarrou-o pelo ombro e disse: "Seu velhaco! O que está
fazendo aqui entre tantos homens honrados? Saia
imediatamente daí!" O jovem foi posto em liberdade enquanto
os outros permaneceram trabalhando nos remos. (Spurgeon)

Muitas vezes culpamos os outros por nossos fracassos, por
nossa solidão, pela falta de dinheiro, pela perda de um
emprego, por sermos preteridos em favor de outra pessoa,
pela situação difícil por que passamos.

Não conseguimos enxergar nossos erros. Não reconhecemos
nossos pecados. Não compreendemos que, na maioria das vezes,
a culpa é somente nossa. Não percebemos o quanto somos
indiferentes, ignorando a Deus e perdendo as bênçãos que Ele
tem preparado para aqueles que nEle confiam.

Quando nos colocamos , humildes, diante do altar do Senhor,
confessando nossas falhas e pedindo a Ele perdão por nossas
más atitudes, não por merecimento, mas pelos méritos do
nosso Salvador Jesus Cristo, Ele nos abraça, retira toda a
condenação, nos oferece a bênção da libertação para uma vida
plena de alegria e felicidade.

Reconheça os seus erros, peça perdão e desfrute da alegria
da liberdade que só Deus pode dar.

Há um Novo começo para aquele que se arrepende, para aquele
que está disposto reconhecer sua falha e assim demonstrando real
interesse em se levantar. Levante-se Líder!! A obra te espera!


quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Ser Pastor É... não ser lobo!!

DIFERENÇA ENTRE PASTOR E LOBO

Pastores buscam o bem das ovelhas; lobos buscam os bens das ovelhas.
Pastores vivem à luz da cruz; lobos vivem debaixo dos holofotes.
Pastores têm fraquezas; lobos são poderosos.
Pastores são ensináveis; lobos são donos da verdade.
Pastores têm amigos; lobo tem admiradores.
Pastores vivem de salários; lobos enriquecem.
Pastores vivem para suas ovelhas; lobos se abastecem das suas ovelhas.
Pastores apontam para CRISTO; lobos apontam para si mesmo e para igrejas deles.
Pastores são humanos, são reais; lobos são personagens religiosos caricatos.
Pastores ajudam as ovelhas a se tornarem adultas; lobos perpetuam a infantilização das ovelhas.
Pastores são simples e comuns; lobos são vaidosos e especiais.
Pastores quando contrariados silenciam, aquietam; lobos rosnam e tornam-se agressivos
Pastores apaziguam as ovelhas, lobos intrigam as ovelhas
Pastores se deixam conhecer; lobos se distanciam e ninguém chega perto.
Pastores alimentam as ovelhas; lobos se alimentam das ovelhas.
Pastores lidam com a complexidade da vida sem respostas prontas, lobos lidam com técnicas pragmáticas com jargão religioso.
Pastores vivem uma fé encarnada; lobos vivem uma fé espiritualizada.
Pastores se comprometem com o projeto do REINO; lobos têm projetos e reservas pessoais.
Pastores são transparentes; lobos têm agendas secretas.
Pastores dirigem igrejas-comunidades; lobos dirigem igrejas-empresas lucrativas.
Pastores pastoreiam as ovelhas, lobos seduzem as ovelhas.
Pastores buscam a discrição, lobos se auto-promovem
Pastores se interessam pelo crescimento das ovelhas; lobos se interessam pelo crescimento das ofertas.
Pastores ajudam as ovelhas a seguir livremente a CRISTO; lobos geram ovelhas dependentes e seguidoras deles.
Pastores criam vínculo de amizade; lobos aprisionam em vínculo de dependência.

Sejamos Pastores de Verdade pois o povo já não suporta mais ser liderado por lobos!

Um grande abraço!

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Ser Pastor (a) é...Suportar Aflições!

I Pe. 5:9 "...Ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo."

Oi amigos!
Passei algumas semanas difíceis na administração da obra mas afinal, quem disse que vida pastoral é fácil? Só para você entender um pouco do drama que vivi esta semana vou relatar algumas coisas:
- Duas pessoas em quem confiava e que faziam parte da liderança me traíram, deixando uma situação desconfortável dentro do ministério;
- Fofocas e intrigas quase fecharam uma das igrejas em outra cidade;
- Peguei dois outros líderes da igreja falando mal por trás;
- Fiquei doente e acamado, e ao me consultar o médico disse que era stress;4 dias de repouso;
onde mesmo acamado, com dor; pessoas me insultaram e disseram coisas que desanimam a gente;
- Logo que melhorei um pastor conhecido me convidou para almoçarmos juntos para tratar de um assunto urgente, que na verdade não havia nada de urgente; pois ele queria mme persuadir a deixar de ser pastor e retornar ao Brasil, deixando a igreja sob os cuidados dele;(Achei que já havia visto de tudo na vida!) Ele me insultou e me deixou muito tenso;
- À noite sou informado que não há dinheiro suficiente no caixa para cobrir as despesas;
- No dia seguinte tenho uma conversa desagradável com uma missionária, e logo em seguida um outro pastor me liga para dizer que talvez aquela enfermidade que eu tinha foi era consequência de pecado!
E vou parando por aqui para você não se escandalizar, mas isso tudo aconteceu à três semanas atrás, e muito mais coisas aconteceram.

As pessoas não fazem idéia de quanto um pastor tem que ser Espiritual, Convicto, Controlado, Confiante em Deus para exercer seu chamado! Pois as lutas são constantes, duras e o inimigo incansávelmente trabalha para nos derrubar.

Quem acha que vida de pastor(a) é fácil não faz idéia do que é trabalhar com pessoas. Fora as brechas que muitos dão para o diabo, tem os de temperamento oscilantes e os de caráter corrompidos. Pessoas enfermas na alma, amargas e frias fazem parte das nossas igrejas, e logo, das nossas vidas! se existem pais que perdem a paciência com o próprio filho, você pode imaginar quanta paciência é necessária para um pastor(a) ou líder para aturar estranhos?

Se você que lê esta matéria não for pastor(a), nunca diga que um pastor(a) ganha muito pelo pouco que faz, pois é o contrário! Ele ganha pouco pelo muito que faz!!

Se você é pastor(a) ou líder, quero te parabenizar por teu trabalho e dedicação na obra do Senhor pois nós sabemos que não é fácil!!! Nunca foi! Mas não desista pois nossa recompensa não está aqui na terra, não é passageira, mas sim celestial e eterna! Continue!! Não pare! Falta pouco agora! Logo estaremos lá na glória com o Eterno Pai, nosso Deus Poderoso; onde nem a dor ou lágrima haverá, mas a felicidade constante que o Senhor prometeu!

I Co. 1:5"Porque, como as aflições de Cristo são abundantes em nós, assim também a nossa consolação sobeja por meio de Cristo."

Não desista, Deus é contigo! Deus é conosco! Abraços à todos os ministros do evangelho, pastores, Pastoras, Líderes; um grande abraço!! Paz


.I Co. 2:9 " Mas, como está escrito: {As coisas} que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem {são} as que Deus preparou para os que o amam."

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Ser Pastor é...Ficar longe do Burnout !


Segundo as estatísticas no ano 2001 por si só, mais de 15.000 pastores nos Estados Unidos abandonaram o ministério. O alarmante é que havia algo em comum entre eles. A mais comum resposta que esses pastores deram foi "burnout" e "abuso da congregação."

Nós não podemos fazer nada sobre o abuso congregacionais, mas talvez possamos fazer alguma coisa sobre o burnout em parte. Pastores se tornaram queimados para amigos, parentes e familiares por causa da exigência de estar constantemente dando mais de si para a igreja e menos a cada dia para si e para sua família. A igreja infelizmente tem a visão que o Pastor recebe muito para fazer tão pouco. A verdade é que recebemos pouco pelo muito que fazemos. Mas a igreja muitas vezes sobrecarrega seus pastores e líderes com muitos encargos, afazeres e criam programas onde existe a "obrigação da presença pastoral" e não percebem que estão prejudicando seu pastor e lider.

Veja que quando me refiro à igreja e não à Cristo, pois não é Jesus que nos sobrecarrega, mas sim a consciêcia errada de membros que exigem de nós mais do que possamos dar. Eu passei por isso.

A congregação exigia cada vez mais de mim, as pessoas invadiam minha privacidade e mesmo em casa não tinha descanço. Não podia ficar sem camisa, de bermuda na minha casa pois minha casa parecia um estabelecimento comercial. Sabe, no começo você vê tudo como Benção!
" Oh quão bom e agradável é que os irmãos vivam em união" Sl. 133:1 Eu Pensava...
Porém, a bíblia nos ensina que tudo deve ser feito com ordem e descência I Co. 14:4o, e paulo se referia ao serviço, ao ministério; logo se nossa vida é vida de serviço e ministério, não só dentro da igreja mas na vida pessoal e particular do ministro devemos encontrar o ponto de equilíbrio entre as coisas. Eu tive que passar experiências amargas para poder aprender que não devemos permitir as pessoas abusarem da liberdade para darem vazão a libertinagem. Como ministros da palavra de ensino devemos ser sinceros e dizer aos irmãos quando estes estão se excedendo.

Quando tive problemas familiares os mesmos que invadiam minha privacidade, que roubavam meu tempo com os filhos e esposa, que me sobrecarregavam com tantos programas; foram os mesmos a dizerem: " Quem não cuida bem do seu lar, não pode cuidar das coisas de Deus!"
Realmente, hoje sei que meu erro na administração do meu lar e casa foi ter deixado com que pessoas invadissem minha casa. Como não abandonei o ministério, eles me abandonaram.

Por isso meu amigo(a) Pastor(a), Líder do rebanho do Senhor preserve seu tempo com Deus, tenha seu tempo com a família, tenha seu tempo de lazer; conquiste seu espaço de volta!

apenas não esqueça, que família não está acima de Deus, e não é a instituição que antecede todas as coisas, pois antes de Deus constituir a família, Deus criou o homem e andava com ele no paraíso, falava com ele, se relacionava com ele. Criador e criatura tendo um momento de comunhão a sós. Jesus nos ensinou o caminho através das orações que fazia sozinho nos montes, no deserto, onde Ele reafirma a necessidade do homem de ter tempo com Ele! Tempo com o Pai!

Antes da família vem você e Deus. Se você não tem tempo para Deus, sua queda espiritual vai refletir sobre teu ministério e tua casa. Logo, sem Deus você corre os risco de perder o ministério que Deus te concedeu e a familia. depois disso, vem a apostasia.

Muitos abandonam o ministério por encontrar na demissão o caminho para solucionar problemas. Mas se você por um lado, resolve os problemas familiares com sua desistência, acaba tendo outro para enfrentar: A cobrança de para na tua vida a obra para qual o Senhor te chamou e escolheu. O que fazer? Administre melhor teu Tempo!! Coloque ordem, determine como serão as coisas daqui para frente! Peça a igreja a compreenção para não serem tão assíduos em sua casa!

Oro para que você não faça parte das estatísticas, mas que você vença as batalhas, o "burnout"
na tua vida ! Um grande abraço!! Paz


*A chamada Síndrome de Burnout é definida por alguns autores como uma das conseqüências mais marcantes do estresse profissional, e se caracteriza por exaustão emocional, avaliação negativa de si mesmo, depressão e insensibilidade com relação a quase tudo e todos (até como defesa emocional).

Burnout é geralmente desenvolvida como resultado de um período de esforço excessivo no trabalho com intervalos muito pequenos para recuperação, mas alguns consideram que trabalhadores com determinados traços de personalidade (especialmente de neuroses) são mais suscetíveis a adquirir a síndrome. Pesquisadores parecem discordar sobre a natureza desta síndrome. Enquanto diversos estudiosos defendem que burnout refere-se exclusivamente a uma síndrome relacionada à exaustão e ausência de personalização no trabalho, outros percebem-na como um caso especial da depressão clínica mais geral ou apenas uma forma de fadiga extrema (portanto omitindo o componente de despersonalização).



sexta-feira, 19 de junho de 2009

Ser Pastor é...

Ser pastor é...

" Compreender o incompreensível e traduzir para o entendível a revelação imperceptível do Todo-Poderoso Deus." Rev. Seiji K.

Ser Pastor é sempre se surpreender com as revelações que Deus nos mostra da sua verdade para nos usar como um instrumento vivo em suas mãos para promover o benefício de seu reino e de seu povo. Muitas vezes Deus nos revela coisas grandes e ocultas não por nossa santidade ou capacidade mas por que tem cuidado com seu povo. Não obstante, Deus também provê atravéz disso uma revelação pessoal que ministra em nós e nos leva ao crescimento. Efésios 4:11 e 12 diz:

"E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores,

Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo"

Ser Pastor é ser interlocutor da mensagem celestial aos corações humanos, é ser porta-voz do reino para o reino do qual fazemos parte para a edificação do mesmo. E isso, depende muito mais da nossa humildade e disposição em servir do que da nossa capacidade ou inteligência. Não é a nossa "perfeição" ou "excelência" , mas nosso chamado. è muito comum ouvirmos pastores que criticam seus colegas de ministério na afirmativa de que eles podem falar de restauração de casamento por que seus casamentos são uma "benção", podem falar de prosperidade por que nada lhes falta; podem orar por cura pois não se lembram da última vez que foi ao médico...

É por mérito? Não lembro de ter sido chamado por mérito algum! Você foi??
Vê se a fonte das acusações contra nossa vida espiritual ou nosso ministério ou chamado não provém de constantes acusações às áreas de dificuldade em nossas vidas! Porquê?
Por que alguns têm consigo que a qualificação para ser Pastor é ser Perfeito!!

Quero dizer a você meu amigo pastor , meu companheiro de labuta, pastores de Deus:
"Você foi chamado por causa do seu coração e não por sua aparência!" I Sm. 16:7. Não se abatam por causa dos que vos perseguem e levantam contra vocês por causa de suas dificuldades. Saibam que Deus é onisciente e vos chamou e vos ordenou mesmo conhecendo teus erros futuros. Deus sabe que há em vocês força para mudar! Não desistam! Não abandonem seus postos! Alguns que se dizem "bereanos" mas que andam longe da verdade vos escarnessem por falta de lerem a bíblia. Os discípulos deixavam casa, mãe, mulher, filhos, (Mt.19:29) e mesmo assim foram chamados para o ministério da restauração familiar! Paulo tinha uma enfermidade e mesmo assim orava por pessoas que eram curadas! (2 Co. 12:7-9) Fora isso apanhavam públicamente, eram preso em cadeias, perseguidos como marginais, mortos como bandidos e talvez até sepultados como indigentes ; tudo que nossa sociedade abominaria se acontecesse na vida ministerial de um Pastor aconteceu com eles e eles eram Homens de Deus!!!!

Não permitam que as setas do diabo firam seus corações! Vocês são valiosos e importantes! Posso ser um desconhecido de vocês, mas eu me importo com tua vida!!! Continue sendo servo, continue sendo submisso a vontade de Deus para sua vida, continue sendo o interlocutor da mensagem incompreedida de Deus através da sua vida, ainda que seja esta sem palavras mas traduzida e expressada com sua própria vida: "Sendo pobre mas enrriquecendo a muitos, nada tendo e possuindo tudo... Como desconhecidos mas sendo bem conhecidos... Como mortos, mas contudo vivos ! "

Eu pedi Força .........
E Deus me deu dificuldades para fazer-me forte.

Eu pedi Sabedoria .........
E Deus me deu problemas para resolver.

Eu pedi Prosperidade .........
E Deus me deu cérebro e braços para o trabalho.

Eu pedi Coragem .........
E Deus me deu situações perigosas para superar.

Eu pedi Amor .........
E Deus me deu pessoas com problema para ajudar.

Eu pedi a Dádivas .........
E Deus me deu Oportunidades.

Eu não recebi nada que eu queria ........
Mas recebi tudo o que eu precisava!

Fiquem Firmes Pastores! Deus vos Abençoe!!

terça-feira, 26 de maio de 2009

Ser Pastor é...Ajudar o Pastor!



Nesta postagem eu escrevo para você que ainda não é um pastor; para você que é parte do Corpo de Cristo. Eu não acho que muitos de nós membros da Igreja de Cristo, sabemos realmente o preço que se paga para ser o pastor de um rebanho. Fora a pregação, as orações, aconselhamentos, estudos, discipulados, adiministrações eclesiásticas, problemas financeiros da congregação; eles têm de cuidar e lidar com os problemas do rebanho, com coisas que vão desde simples questionamentos bíblicos até os grandes desintendimentos e brigas entre irmãos ou casais. Eles também têm de se certificar todo tempo que a razão e a função da igreja devem ser o ponto focal dentro do plano de Deus para mostrar às nações a sua glória, refletindo o caráter de Deus.

A má notícia é esta: pastores são hoje convivendo com mais stress, mais problemas e desafios; mais do que nunca! Estatísticas hoje são assustadoras! Mais e mais pastores estão deixando o ministério. Por quê? Porque eles são humanos, e não tudo o que todos esperam que elas sejam! Nós da igreja, estamos esperando que eles sejam muitas coisas para as quais eles não foram chamados a ser! Em vez de permitir que Deus venha definir seu ministério, nós criamos nossa própria definição. Esta definição faz de nosso líder espiritual e protetor em um serviçal e babá. Dê uma olhada estas estatísticas alarmantes:

  • 15 a cada 100 pastores deixam o ministério cada mês devido a falha moral, espiritual ou esgotamento por desavenças em sua igreja.
  • 4 mil novas igrejas começam cada ano, mas mais de 7 mil igrejas fecham todos os anos.
  • 50% dos pastores tiveram seus casamentos terminados em divórcio.
  • 80% dos pastores e 84% dos seus cônjuges sentem desencorajados e incondicional, no seu papel de pastores.
  • 50% dos pastores são tão desencorajados que iriam deixar o ministério se pudessem, mas não têm outra opção na vida.
  • 85% de seus pastores disse que o maior problema é que eles estão doentes e cansados de lidar com o problema com pessoal, tais como discusões e desavenças entre os anciãos, diáconos, líderes culto, adoração equipes, conselheiros, associados e outros pastores. 90% disse que a área mais difícil do ministério é lidar com as pessoas ligadas ao ministério.
  • 70% dos pastores se sentem mal com as grosserias, falta de respeito e insubmissão.
  • 80% dos pastores sentem que "Sua esposa está sobrecarregada."
  • 80% dos pastores "Sentem suas esposas excluídas ou pouco apreciadas pelos membros da igreja."
  • 80% dos pastores "Sentem suas esposas pressionadas a fazerem coisas ou serem algo na igreja que elas não são realmente.

A má notícia é que o seu pastor, como pastores em todo lugar está em risco de se tornar apenas uma outra estatística. Ele é esperado para fazer muito, ser muito, e dar tanto que muitas vezes não sobra nada para ele. Nós da Igreja não podemos dar ao luxo de perder pastores por manter nossas intrigas e discórdias. O que você pode fazer?

  • Ore pelo seu Pastor. O maior dom que você pode dar a seu pastor é ter o tempo para orar por ele. Temos de perceber que pastores e outros ministros são excelentes alvos para o diabo. Se ele faz um crente cair, é uma vitória para o seu reino. Mas se ele pode fazer um ministro cair, ele pode prejudicar a vida de muitos outros crentes. Nós temos uma responsabilidade diante de Deus de apresentar nossos dirigentes em oração e buscar a proteção de Deus sobre a sua vida.
  • Ser razoável em suas expectativas. Muitas pessoas esperam que seu pastor de seja tudo. Tenho ouvido histórias sobre as pessoas esperando seu pastor para buscar os seus filhos da escola, conversar com eles, quando, não posso dormir, fazer uma mudança, ser seu fiador,pedir para arrumar o carro, etc. Deus deu instruções específicas sobre o que um pastor deve ser! Então que ele seja, e que nós possamos proteger o chamado e a unção que Deus tem colocado sobre sua vida.
  • Ele compensar adequadamente. Há uma frase da antiga igreja orando algo como assim: "Senhor, mantenha o nosso pastor humilde, e nós vamos mantê-lo pobre." Essa atitude é muito comum. Os pastores e suas famílias têm as mesmas necessidades financeiras como qualquer outra pessoa na congregação. De fato, eles muitas vezes têm mais gastos, porque há pessoas necessiatadas que o visitam para serem ministradas. Quando Deus criou o dízimo, ele disse que era para ir para o levitas (os ministros) e não para pagar a hipoteca sobre a igreja, a factura eléctrica, ou com a viagem da igreja a um show. Naquele tempo, os levitas consistiam em cerca de 7% da população de Israel. Portanto de todos os dízimos os levitas recebiam um pouco mais do que o rendimento médio da congregação. Em outras palavras, o melhor salário da igreja seria a do levita. Esta é uma boa orientação para nós hoje. Um pastor deve receber pouco mais do que o rendimento médio da sua congregação. Isso permitirá que sua família para viver e ministro sem ter de se preocupar com dinheiro.
  • Respeito a sua vida privada e hora. Então, muitas vezes ser um pastor é viver um turno de 24 horas de trabalho. Concerteza há sempre emergências que surgem nas mais inoportunos momentos. Mas uma cachumba ou a gripe não é uma emergência. Seu pastor precisa de tempo para estudar, tempo para orar, tempo para descansar, e tempo para estar com sua família. Filhos de pastores tornaram-se uma piada na nossa sociedade hoje. Embora a igreja espera que seja perfeito, o mundo espera que eles sejam terríveis. Por quê? Porque, eles geralmente são. Por quê? Porque seu pai é tão ocupado cuidando de todos que ele não tem tempo para a sua própria família. Não esperem que ele desista de sua esposa e filhos, para cuidar de vocês! Esse é o seu trabalho, ajude-os!
  • Deixe seu Pastor e sua esposa saberem que você os aprecia. Todo mundo precisa de algum incentivo. Um dos motivadores dons mencionados em Romanos 12: 6-8 é exortação ou "encorajamento". Este dom falta no Corpo de Cristo hoje! E especialmente para os que auxiliam o pastor no ministério. Nós esperamos que eles nos encorajem mas esquecemos que eles precisam dela também! Uma palavra de incentivo, um cartão, uma oferta ou até mesmo um pequeno presente trabalhará maravilhas para seu pastor continuar no chamado que Deus lhe deu. Não deixe que o seu pastor se tornar mais um na estatística!! Seja uma bênção para ele, então ele pode continuar a ser uma bênção para você!

Se você estiver realmente pensando em ser um Pastor, por favor, seja fiel, piedoso, compreensivo, solidário e um amigo mais chegado que um irmão para seu pastor hoje, para cultivar boas coisas para seu amanhã! Faça tudo, faça o possível, mas não deixe seu pastor fazer parte das estatísticas!


Deus abençoe teu Pastor!


sábado, 16 de maio de 2009

Ser Pastor é...Vencer o Esgotamento Espiritual!

Elias e o esgotamento emocional (I Rs 19)


Após um dos eventos mais incríveis de toda a Bíblia, Elias, no auge de seu ministério, se acovarda com uma ameaça da rainha, foge, entra em depressão e pede a morte.
Elias viveu uma crise de esgotamento emocional
A caverna: isolamento, fuga da pressão.

7 princípios para vencer o esgotamento emocional:

1. Não ficar só. Não há super-heróis no Reino de Deus. V 3 Líderes precisam de amigos, de diversão, de companhia, de descanso.
2. Comer a comida dos céus: pão (Palavra) e água (Espírito)
3. Cuidado com o orgulho, achar que é o mais santo, o mais zeloso, que ninguém se importa como você V 10
4. Ouvir a voz de Deus, que se manifesta de formas diferentes. Você pode ser um fazedor de chuva, alguém acostumado a grandes manifestações da presença de Deus, mas sempre vai precisar da voz tranqüila em sua vida.
5. Não dar tempo no ministério. As pausas são perigosas, pergunte a Davi.
6. Fazer discípulos: temos que deixar um legado, transmitir o que recebemos, alcançar a próxima geração; nosso ministério não é um fim em si mesmo.
7. Completar nossa missão antes do arrebatamento (completar: Jesus em Jo 17:4, Paulo em II Tm 4:7)


Elias: saia da caverna! Deus tem mais trabalho pra você!

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Ser Pastor é...Reconhecer outros Pastores!!!

Em primeiro lugar, quero dizer obrigado. Obrigado pelo vosso empenho, o seu sacrifício, seu serviço, e sua contínua contribuição para a vida das pessoas e do Reino de Deus. Você tem cedido muito para ser um líder espiritual e demasiadas vezes você não tem recebido o incentivo e a valorização que merecia. Exatamente! Eu disse "merecida", porque não importa o quão humilde tentamos ser, sabemos em nossos corações que as pessoas ao menos deveriam dar: "Honra a quem tem honra."


Para além desta realidade, muitos; se não a maioria dos pastores, não apenas recebem a ingratidão como retribuição de seu esforço, mas também sofrem o ataque de várias pessoas. Para todos aqueles que tem sido emboscados em uma reunião de conselho, vitimado por uma fofoca, prejudicado por alguém "confiável", ou descartados por um amigo, quero dizer "obrigado!". Obrigado por não desistir, ficar no ministério e contínuar em Deus para pregar boas notícias mesmo quando você não se sente apto para isso.


Em segundo lugar, quero que saiba que se você está lutando secretamente com um problema, hábito, dependência ou de relacionamento que por qualquer motivo você não pode falar com ninguém, você tem um amigo! Se você está disposto a dar um passo entre em contato comigo, eu vou tratar a nossa conversa com a máxima confidencialidade e sensibilidade e acima de tudo em oração. Juntos, podemos ser capazes de lidar com ela, uma vez por todas e encontrar um novo lugar de paz, poder e liberdade. Você não tem que continuar lutando sozinho. Há homens que se importam em que te mantenhas de pé!


Em terceiro lugar, existem pessoas que sabem que você precisa de ajuda. Porquê? Porque também sou pastor e passo pelas mesmas dificuldades que você. Sei o que estar só, sei o que é não poder contar com ninguém a sua volta. Quando você conta algo logo vem aquelas frases tipo:" Mas você é pastor!", " Vai ler bíblia!" ,"Você tem que orar mais pastor"; "Tem que se converter!"; "Você tem a obrigação de estar bem!"; e coisas do gênero que só de ouvir irritam e nos derrubam mais ainda! As pessoas se esquecem que somos humanos, sensíveis, carentes; que precisamos desabafar também, um ombro amigo para chorar, sem que esta pessoa espalhe para todos o que se passa com nós! Alguns até se aroveitam da nossa "crise" para se promover, para puxar o tapete e tomar teu lugar! Infelízes são estes pois não sabem que passaram pelo mesmo caminho.


Penso que não ser entendido e compreendido é para nós, algo que afeta nosso relacionamento com a igreja. Somos irmãos de todos, mas nem todos são nossos irmãos.Somos amigos de todos, mas nem todos são nossos amigos. Estamos sempre motivando quem está abatido, mas na nossa vez, a única motivação que encontramos é para desistir... Estamos sempre orando pelos outros, mas nem sempre as pessoas oram por nós... Estamos sempre lidando com o pecado da igreja, sempre dizendo para o pecador: " Jesus perdoa teus pecados!", " Você vai vencer este pecado!" ; palavras de ajuda, de consolo de amor... Mas quando o pastor da igreja peca, ele tem que ser expulso, humilhado, abandonado... Temos que entender todo mundo; compreender todas as dificuldades e situações, mas quando somos nós, não há misericórdia, não há amor, e a justiça humana toma a frente estimulada pela razão.


Em quarto lugar, temos que nos defender! Sempre existe um pastor por ai tão correto, tão cheio de razão, tão perfeito que chega a dar nojo! Pregam direcionados para pastores para encherem o ego dos bodes; falam como se eles não errassem, como se estivessem imunes ao pecado. É comum se ourvir da boca de tais pastores uma frase que será a própria sentença deles: "Você não é pastor coisa nenhuma!", "Você deveria ter vergonha de pregar", "Você deveria desistir, esse negócio de pastor não é para você". Sabe o digo sobre isso? "Aquele que está de pé, cuide para que não caia". Crise ministerial é como menopausa para a mulher: Pode cedo para alguns e demore um pouco para outros, mas ela vem! Nem Moisés, nem Elias, nem Davi escaparam disso! Pastores devem entender Pastores!! Vamos pregar palavras de ajuda, de apoio, de incentivo aos nossos amigos de ministério! Vamos nos ajudar!! Estamos no mesmo barco e dele a gente só sai quando Jesus voltar, então vamos dar as mãos; pois eu preciso de você e você de outro pastor. Somos uma equipe, funcionários da mesmo país! Estou aqui para te ajudar, mas vou contar contigo também! Vamos ser mais que simples conhecidos , vamos ser amigos, vamos ser irmãos!!!



Obrigado, Obrigado homem de Deus que leu esta mensagem, saiba que Deus é contigo! 

Obrigado por existir, por não desistir e sempre se entregar...Obrigado por se manter, ainda que com vontade de parar. 

Te amo em Cristo Jesus!! Um grande abraço de alguém que te entende!!



sexta-feira, 1 de maio de 2009

Ser Pastor é...Ser como Zapata






Recebi este vídeo no orkut em um momento daqueles que você começa a se esconder atráz das circustâncias... Foi como um tapa na cara! Me senti pequeno, insignificante diante
de tudo que este grande homem de Deus nos ensina; e logo após me senti forte, sem forças para desistir, pronto para continuar!

Pastor Zapatta, obrigado por me ensinar que os sou tão insignificante como quanto os problemas que me faziam esmorecer!

Obrigado amigo!

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Pastores em Perigo!


Vamos ser honestos - ministério é difícil. Quantos de nós já não pensamos em desistir?
Já chega, não aguentamos mais análises (bem-intencionadas) , nem mais e-mails para definir o que precisamos fazer, ou de mais de críticas: o que vestir, como falamos, como nos conduzir, como nossas esposas devem, ou não devem se comportar/fazer; ou nossos filhos; como sou ou deixo de ser em casa; como falo, como penso, com quem ando, etc.

Muitos de nós já estamos jogando a toalha! Estimativas são elevadas: São 1500 pastores desistindo do ministério por mês! Os motivos ou razões são muitas: Por problemas familiares, de saúde, falhas morais, Problemas finançeiros, e vários outros motivos. Para onde estão indo todos estes líderes? O que faz com que aqueles que nós víamos claramente o chamado de Deus sobre eles saírem do ministério para se tornarem empregados em uma loja qualquer?

Podemos aprender muito a partir do Apóstolo Pedro, chamado por Cristo à seguir como um discípulo próximo, que era de um relacionamento tão íntimo com Cristo, mas como bem sabemos ele negou conhecer à Jesus Cristo. Ele ficou tão abatido que deixou seu ministério e saíu e voltou para seu antigo trabalho de pesca. Depois que ficou cara a cara com o Senhor ressuscitado, ele reconheceu sua falha e voltou. Depois disso Pedro já não vivia mais como antes. Para aqueles de nós que estão lutando, uma reflexão deve ser feita: "Humilhai-vos, portanto, sob mão poderosa de Deus, para que Ele no tempo oportuno vos exalte, lançando sobre Ele toda vossa ansiedade, pois Ele tem cuidado de vós "(I Pedro 5:6-7).

Você entende isso? "Ele cuida de você", o Deus do universo cuida de você e eu, independentemente do que outros podem dizer ou como você pode sentir-se, você é digno de sua convocação para ministério. "Seja auto-controlado e fique em alerta. Seu inimigo o diabo anda ao derredor rugindo como um leão procurando alguém que possa tragar. Resisti-lhe, firmes na fé, porque sabe que seus irmãos em todo o mundo estão sofrendo o mesmo tipo de sofrimento "

(I Pedro 5:8-9 ).

Você pode estar se perguntando "Quem é que se interessa?" Nós estamos empenhados na salvação daqueles que estão prontos para desistir, que sentem que estão literalmente se afogando no ministério.

Estou aqui para encorajar, oferecer aconselhamento com a mais estrita confidencialidade, e fornecer recursos para você e sua família, como Deus nos dá a capacidade para fazê-lo. Estou aqui porque você é digno de sua vocação.

Estou aqui para ajudá-lo. Seja firme! Não desista!

Em Cristo,

SER PASTOR É...


Imaginem uma missão difícil...Ainda que para muitos uma "profissão" "lucrativa", "fácil"; Ser Pastor, é uma tarefa difícil um encargo que exige muito,requer muito... Digo que não é fácil... Choramos, estressamos, gememos, relutamos, sofremos; pensamos em desistir mais não desistindo...

Somos sofredores anônimos; vivendo martírio como ovelha muda... Entendemos à todos, mas sem ser entendidos, escutando à todos sem ser escutado, falamos muitas vezes sem ser ouvido... Perdoamos, mas nem sempre somos perdoados... Ouvimos e sabemos coisas de pessoas que nos deixam tão perplexos pela gravidade do problema e ainda assim dizemos:"Está tudo bem, nova vida te espera! Jesus perdoa! " Mas quando somos nós os errados, ouvimos: "Melhor o pastor entregar o cargo, já não dá mais!" Ser Pastor é assim: "É ser para os outros o que os outros não podem ser para nós!" Talvez nem todos vivam assim, nem todos passem por tudo isso, pois há aqueles que "Estão" Pastores, e outros que "São" Pastores... Mais Ser Pastor é isso!

A cada Pastor um forte abraço!